Sobre a Biblioteca

 

:: Histórico ::

A Biblioteca do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, criada em julho de 1954, possui um acervo informacional voltado às Ciências Puras e Aplicadas com ênfase às Ciências Biológicas e reúne uma das maiores bibliografias nacionais sobre a Amazônia.

A Biblioteca constituiu-se a partir do acervo particular do eminente botânico João Barbosa Rodrigues (1842-1909), fundador do Museu Botânico do Amazonas e diretor do Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Sua clientela é composta por funcionários da instituição, bolsistas, alunos dos cursos de pós-graduação do INPA e a comunidade em geral.

 

:: Instalações ::

O prédio da Biblioteca do INPA ocupa uma área de 960m² distribuída em três prédios, que abrigam o salão de referência com 1 salão de leitura, 08 cabines de estudos; acervo bibliográfico e prédio administrativo.

 

:: Acervo ::

Acervo com mais de 199 mil de títulos para consulta composto por monografias, folhetos, teses e dissertações, periódicos, materiais especiais, tais como mapas, fitas de vídeo, CD's-ROM, DVD's, microfilmes, microfichas, fotografias, aerofotos e slides, além da produção bibliográfica e outras publicações do INPA.

 

:: Referência ::

O acervo de Referência é constituído por dicionários técnicos e gerais, enciclopédias, bibliografias nacionais e estrangeiras, guias, manuais e atlas que, numa grande variedade, oferecem subsídios fundamentais aos pesquisadores.

 

:: Periódico ::

A Divisão de Publicações Seriadas reúne no acervo 7.472 mil títulos de publicações periódicas técnico científicas. Dentre esses títulos encontra-se a coleção completa do periódico Acta Amazonica, que divulga os trabalhos dos pesquisadores do INPA e de outras instituições.

A figura abaixo ilustra a capa do volume 1 da primeira Revista Acta Amazonica.

Revista Acta

Acta Amazonica, v. 1, n. 1, 1971

 

:: Obras Raras ::

A coleção de Obras Raras e Especiais destaca-se por sua importância científica e institucional. O acervo de aproximadamente 3 mil exemplares reúne raridades dos séculos XVII, XVIII e XIX. Encontram-se obras clássicas de Wallace, Bates e Darwin.

Algumas obras podem ser consultadas em microfichas como a Flora brasiliensis de Spix e Martius.

Livro

O livro El Marañon y Amazonas publicado em Madri em 1684 (Coleção de Obras Raras e Especiais da Biblioteca do INPA)

Sertum Palmarum Brasiliensium

Sertum Palmarum Brasiliensium de Barbosa Rodrigues (Coleção de Obras Raras e Especiais da Biblioteca do INPA)